Artigos

O diário de Roberto da Sanseverino (1417-1487): um estudo sobre a navegação e os marinheiros no século XV

O diário de Roberto da Sanseverino (1417-1487): um estudo sobre a navegação e os marinheiros no século XV

O diário de Roberto da Sanseverino (1417-1487): um estudo sobre a navegação e os marinheiros no século XV

Por Tullio Vidoni

Dissertação de PhD, University of British Columbia, 1993

Resumo: Roberto da Sanseverino fez uma peregrinação à Terra Santa em 1458. Ele viajou de Veneza a Jaffa em uma galera e retornou, do Acre a Ancona, em um veleiro de três mastros. Durante ambas as viagens, ele manteve registros muito precisos de distâncias, cursos e direções do vento. Ele descreveu as velas empregadas em diferentes modos de navegação e outras atividades pertinentes à operação segura das embarcações. Esses registros estão contidos no diário de Sanseverino de sua peregrinação e são uma parte essencial de um manuscrito original mantido na Universidade de Bolonha. Este diário é a primeira documentação, e a única conhecida até hoje, que apresenta uma descrição completa dos métodos empregados pelos armadores medievais para navegar e manejar seus navios em viagens longas.

A precisão e confiabilidade dos dados numéricos e de outros fatos contidos nos registros são tais que, entre outras descobertas incomuns, tornam possível determinar o comprimento da milha marítima veneziana, os ângulos de amura dos navios medievais para barlavento e as velocidades atingíveis em várias condições de navegação. Outras descrições originais abrangem o manuseio de navios fundeados e algumas das considerações técnicas essenciais para garantir a navegabilidade do navio em diferentes condições de carga. Novas reflexões sobre todos esses dados permitem chegar a certas conclusões sobre os condicionantes econômicos dos empreendimentos marítimos nas diferentes épocas do ano.


Assista o vídeo: O mar recuar em SC e mostra navio naufragado há 63 anos em Florianópolis, acontece 2 vez esse mês. (Janeiro 2022).