Livros

Sermões Ars componendi de Ranulph Higden

Sermões Ars componendi de Ranulph Higden



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Ranulph Higden, Sermões Ars componendi

Traduzido por Margaret Jennings e Sally A. Wilson

Dallas Medieval Texts and Translations, Vol.2
ISBN 978-90-429-1242-7

Ranulph Higden, monge da Abadia de St. Werburgh e conhecido autor do Policrônico e outros tratados, redigiu uma Arte de Pregação concisa e fácil de usar por volta de 1346. Sermões Ars componendi segue um esquema comum a muitos membros deste gênero e inclui atributos desejáveis ​​ou necessários no pregador, métodos para despertar o interesse do público, o processo de repetição eficaz e sugestões para a criação de padrões rítmicos em prosa.

Seu foco principal, entretanto, é a discussão clara e abrangente de cada parte do sermão temático: o tema ou texto das escrituras, seu desenvolvimento no protheme e introdução, sua divisão, subdivisão e embelezamento. Em estrutura e conteúdo, o manual prescritivo de Higden tem afinidades com textos retóricos contemporâneos, especialmente as artes poeticae e dictaminis, e exibe uma relação análoga com o dispositio ciceroniano, conforme desenvolvido no De Inventione e Rhetorica ad Herennium.

Alguns dos muitos itens de interesse espalhados ao longo do texto são a insistência de Ranulph em que a pregação seja separada dos exercícios universitários e seus comentários sobre vários assuntos como a entrada direta no céu post mortem, o escopo da ótica medieval, o que e quem compõe a igreja, e os níveis quádruplos de exegese escritural.


Assista o vídeo: Pe. Rodrigo Maria - A Nova Ordem Mundial (Agosto 2022).