Artigos

Uma rápida história do Kentucky Derby

Uma rápida história do Kentucky Derby


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Por que o Kentucky Derby é uma celebração de chapéus com 145 anos

O evento esportivo mais antigo da América vem com uma tradição distinta de indumentária.

Embora os cavalos possam ser as estrelas do Kentucky Derby, os chapéus ocupam o centro das atenções na corrida de cavalos de 144 anos no coração dos Estados Unidos.

No Kentucky, os chapéus - quanto mais selvagens, melhor - são fundamentais para o ritual anual da primavera, a "corrida para as rosas". No primeiro sábado de maio, os fãs das corridas de cavalos se reúnem em Churchill Downs para assistir aos “dois minutos mais emocionantes nos esportes”.

Desde 1875, o Kentucky Derby é um ritual anual da primavera. Milhares de foliões vestem chapéus inspirados em Derby, vestidos coloridos de primavera e ternos de seda sob medida. Os chapéus, usados ​​por homens e mulheres, muitas vezes são concebidos em torno de temas. Chapéus, não cavalos, fizeram do Kentucky Derby uma das pessoas mais animadas do mundo que assistem aos eventos.

A pista de corrida, localizada em Louisville, Kentucky, foi fundada pelo coronel Meriwether Lewis Clark Jr., neto de William Clark - que junto com Meriwether Lewis explorou a porção oeste dos Estados Unidos no que é conhecido como a expedição Lewis e Clark - após ele excursionou por faixas reais e primitivas durante uma viagem pela Europa. O primeiro Kentucky Derby foi realizado em 1875, tornando a corrida o evento esportivo mais longo da história americana. (Leia como cavalos velozes evoluíram recentemente.)

O esplendor do Kentucky Derby - dos chapéus largos aos ternos sob medida - é fundamental para a corrida por design. Clark e sua esposa Mary, uma socialite, promoveram o Derby como um negócio rico. Foi "um grande evento arrogante para os ricos e famosos virem, se misturarem e se verem no seu melhor", disse Jessica Whitehead, gerente de coleções do Kentucky Derby Museum, uma organização com sede em Louisville dedicada à história de a corrida.

A moda feminina nunca foi esquecida. Na virada do século, os jornais locais iriam imprimir uma lista em ordem alfabética de quem usava o quê no Derby - detalhando quais tecidos e cores estavam em alta.

Os chapéus eram um elemento básico de todas as roupas da moda na região até a década de 1960, então, no primeiro século, eles não eram um acessório notável. Quando os chapéus deixaram de ser normais, eles ainda eram usados ​​em ocasiões especiais como o Derby. Com o tempo, eles se tornaram associados à raça como uma tradição "pela tradição", teoriza Whitehead. (Descubra os sete alimentos para comer no dia de Derby.)


História do Kentucky Derby

O Kentucky Derby é uma corrida de apostas para cavalos puro-sangue de três anos, realizada anualmente em Louisville, Kentucky, no primeiro sábado de maio, coroando o Festival de Kentucky Derby de duas semanas. A corrida atualmente cobre uma milha e um quarto (2.012 km) em Churchill Downs potros e capões carregam 126 libras (57 kg), potras 121.

As corridas de cavalos organizadas no estado de Kentucky datam do final dos anos 1700, quando várias pistas de corrida diferentes foram construídas na cidade de Louisville e nos arredores. Em 1872, o coronel M. Lewis Clark viajou para a Inglaterra, visitando a Epsom Derby, uma corrida famosa que acontecia anualmente desde 1780. De lá, Clark seguiu para Paris, França, onde em 1863 um grupo de entusiastas das corridas havia formou o French Jockey Club e organizou o Grand Prix de Paris, que eventualmente se tornou o famoso Prix de l & # 39Arc de Triomphe.

Voltando para casa em Kentucky, Clark organizou o Louisville Jockey Club com o objetivo de arrecadar dinheiro para construir instalações de corrida de qualidade fora da cidade. A pista logo se tornaria conhecida como Churchill Downs, em homenagem aos parentes de Lewis Clark, John e Henry Churchill, que forneceram o terreno para a pista de corrida. Oficialmente, a pista de corrida foi incorporada como Churchill Downs em 1937.

O Kentucky Derby foi executado pela primeira vez a 1-1 / 2 milhas, a mesma distância do Epsom Derby e do Grand Prix de Paris. Em 1896, a distância foi alterada para seus atuais 1-1 / 4 milhas. Em 17 de maio de 1875, diante de uma multidão estimada em 10.000 pessoas, um campo de 15 cavalos de três anos disputou o primeiro Derby. Sob o comando do jóquei afro-americano Oliver Lewis, um potro chamado Aristides que foi treinado pelo futuro Hall da Fama, Ansel Williamson, venceu o Derby inaugural. Mais tarde naquele ano, Lewis levou Aristides para um segundo lugar nas Estacas de Belmont.

Embora a primeira corrida tenha sido um sucesso, a pista enfrentou dificuldades financeiras e em 1894 o New Louisville Jockey Club foi incorporado com nova capitalização e instalações aprimoradas. Apesar disso, o negócio fracassou até 1902, quando o coronel Matt Winn, de Louisville, reuniu um sindicato de empresários para adquirir as instalações. Sob Winn, Churchill Downs prosperou e o Kentucky Derby se tornou a corrida de cavalos puro-sangue mais proeminente na América.

Além do consumo da bebida Mint Julep, outras tradições desempenharam um grande papel na atmosfera de Derby, com mulheres elegantes aparecendo em vestidos longos, chapéus grandes e carregando guarda-chuvas elegantes.

O Derby é frequentemente referido como & quotA corrida para as rosas, & quot porque uma guirlanda de rosas vermelhas é concedida ao vencedor do Kentucky Derby todos os anos. A tradição é o resultado da socialite de Nova York E. Berry Wall presentear mulheres com rosas em uma festa pós-Derby em 1883 que contou com a presença do presidente de Churchill Downs, coronel M. Lewis Clark. Acredita-se que esse gesto tenha levado Clark à ideia de fazer da rosa a flor oficial da raça. No entanto, não foi até 1896 que qualquer relato registrado se referia a rosas sendo colocadas sobre o vencedor do Derby.

Entre 1875 e 1902, os jóqueis afro-americanos venceram 15 das 28 corridas do Kentucky Derby. Em 11 de maio de 1892, o jóquei afro-americano Alonzo & quotLonnie & quot Clayton, de 15 anos, se tornou o piloto mais jovem a vencer o Derby.

A corrida de 1904 foi ganha por Elwood, o primeiro titular e vencedor do Derby a pertencer a uma mulher, Laska Durnell.

O Derby de 2004 marcou a primeira vez que jóqueis, como resultado de uma ordem judicial, foram autorizados a usar logotipos de publicidade corporativa em suas roupas.

Como parte da obtenção de renda, os proprietários de cavalos começaram a enviar seus bem-sucedidos cavalos de Derby para competir algumas semanas depois no Preakness Stakes no Pimlico Race Course, em Baltimore, Maryland, seguido pelo Belmont Stakes em Elmont, Nova York. As três corridas ofereceram a maior bolsa e em 1919 Sir Barton se tornou o primeiro cavalo a vencer todas as três corridas. No entanto, o termo Triple Crown só entrou em uso por mais onze anos. Em 1930, quando Gallant Fox se tornou o segundo cavalo a vencer todas as três corridas, o jornalista esportivo Charles Hatton trouxe a frase para o uso americano. Alimentado pela mídia, o interesse público na possibilidade de um & quotsuperhorse & quot que poderia ganhar a Tríplice Coroa começou nas semanas que antecederam o Derby. Dois anos após o termo ter sido cunhado, a corrida, que ocorria em meados de maio desde o início, foi alterada para o primeiro sábado de maio para permitir um cronograma específico para as corridas da Tríplice Coroa.

Em 3 de maio de 1952, ocorreu a primeira cobertura nacional de televisão do Kentucky Derby. Em 1954, a bolsa ultrapassou US $ 100.000 pela primeira vez.

Estabelecido pelo grande Secretariado em 1973, o recorde de velocidade para o Derby é de 1 minuto 59 2/5 segundos.

& ldquoEu adoro que você anuncie sua empresa por meio do melhor atendimento ao cliente que uma empresa pode oferecer! A compra de ingressos para KY Oaks e Derby pode ser um tanto estressante, especialmente quando o comprador não está localizado em KY. Com todo o caos de lidar com muitos clientes, nunca senti como se minhas perguntas / solicitações estivessem sendo ignoradas ou rejeitadas. Todos com quem tratei, incluindo o proprietário Doug, foram profissionais, corteses e tão complacentes quanto possível. Desde a adição de ingressos ao meu pedido existente até a compra de um passe de estacionamento diretamente em frente ao portão que precisávamos entrar, esta empresa é o exemplo que outros devem se esforçar para seguir. Estou ansioso para compartilhar minha experiência no Derby Box com todos, na esperança de espalhar a palavra sobre esta empresa maravilhosa. Obrigado por tudo. Mal posso esperar por KY Oaks / Derby 2018 !! Você é o lugar para ligar & amp terá meus negócios repetidos, bem como minhas recomendações para todos. Atenciosamente, Christine McCracken Sunflower Studio Photography & rdquo

& ldquoNão consigo dizer o quanto gostamos de nossa experiência com o DerbyBox! A semana inteira transcorreu sem contratempos! Nosso hotel, o Courtyard Marriott, tinha uma localização fantástica. Nós gostamos de estar a uma curta distância de tantas coisas. O tour da fazenda de cavalos foi espetacular. O Kentucky Oaks e o Derby foram experiências inesquecíveis. Ficamos muito impressionados com a eficiência do serviço de transporte em ambas as corridas. O ponto de embarque foi a uma curta distância do nosso hotel e isso foi maravilhoso! Nossos assentos em Churchill Downs foram excelentes! Obrigado por fornecer uma experiência única na vida! Gostaríamos também de agradecer ao Chris, que nos ajudou na fase de reserva! Eu recomendaria DerbyBox aos meus amigos, com certeza! Nossa reserva estava sob o nome de Janet Trexler. Muito obrigado! Foi inesquecível! Amamos Louisville e Lexington! & Rdquo

& ldquoKelly - Só queria entrar em contato com você sobre nosso pacote Kentucky Derby. Basicamente, tudo o que posso dizer é que você fez um HOME RUN! Residence Inn foi fantástico - As pessoas de lá não podiam fazer o suficiente para nos deixar felizes. O & quotspread & quot lançado na noite de quinta-feira foi muito mais do que pensávamos. O transporte funcionou bem - na verdade, foi muito melhor do que poderíamos esperar - Miller tem o melhor desempenho possível com a quantidade de pessoas. Nossos assentos para o Oaks e o Derby eram bons para nós, especialmente com a tela da TV quase diretamente à nossa frente. Espero que possamos fazer isso novamente no próximo ano, então, por favor, avise-nos quando você tiver os pacotes organizados. Mais uma vez, obrigado por tudo! & rdquo

& ldquoSó queria dizer o quanto adoramos nosso hotel e todo o evento. Os assentos (120) eram um pouco baixos, mas no final tivemos ótimos companheiros ao nosso redor e, claro, um ótimo clima. A conexão com o clube fez toda a diferença desde a última vez que fomos, pois era uma brisa ir para o banheiro feminino. E as filas de ingressos eram razoáveis. Eu estava preocupado com o ônibus, mas realmente não tive problemas para ir ou voltar. O ônibus é a única maneira de entrar na pista. Ver todas aquelas pessoas caminhando para o estádio em seus carros me deixou feliz por estar naquele ônibus. O DerbyBox é confiável e espera usá-lo novamente no futuro. & rdquo

& ldquoVocê é realmente o especialista. O clube Oaks in the Turf foi incrível e a seção 120 do Derby foi tudo o que você disse que seria.

& ldquoDoug, Comprei seus ingressos para o Derby ontem e tudo correu sem problemas. A linha B na seção 111 foi espetacular e um ótimo retorno para o investimento. Obrigado novamente. & Rdquo

& ldquoEu só queria ter um momento e agradecer ao Derbybox.com por tornar especial a nossa experiência no Kentucky Derby de 2014. Compramos 4 assentos na seção Interior Premium Box (e solicitamos a Linha A) e recebemos exatamente os ingressos solicitados pelo correio três semanas antes do evento. Devo admitir que estou muito nervoso em pagar muito $$ por esses assentos sem ter os ingressos imediatamente em mãos, mas você cumpriu o prometido. Com todos os problemas relatados com o Derby Deals, estou muito feliz por termos comprado nossos ingressos por meio de sua empresa. Eu recomendo você para qualquer um que esteja planejando participar de futuras corridas de Oaks / Derby. & rdquo

& ldquoMinha esposa e eu realmente gostamos do Derby, os assentos eram ótimos e depois de sentar nos camarotes no 220 por 3 anos foi realmente maravilhoso estar no nível 300, as outras pessoas que se juntaram a nós no camarote foram maravilhosas e todos se divertiram muito . Acima de tudo, seu serviço foi excelente, pois eu disse a você por telefone que essa foi uma decisão que tivemos que tomar no último minuto, já que minha esposa obteve permissão de seu médico para pular o tratamento de quimio, que estava marcado para a terça-feira da semana de Derby. Você foi muito prestativo e nos entregou os ingressos rapidamente. Obrigado novamente e se Deus quiser, iremos chamá-lo novamente no próximo ano. & rdquo

& ldquoTudo está ótimo. Obrigado por fazer a reserva para nós. Acabamos de fazer o check-in no hotel. Muito emocionante, muitos convidados já estão vestidos para a ocasião. Rosas no quarto e uma linda sacola de presente, agradecemos a você e a todos os responsáveis ​​por nos fazerem sentir muito bem-vindos. Vou recomendar você para quem estiver interessado no próximo ano. Agora vá procurar um chapéu para Donna. & rdquo

& ldquoEu só queria que você soubesse o quanto fiquei SATISFEITO com os ingressos que encomendei de sua empresa para o Kentucky Derby. Foi uma experiência incrível desde o pedido de ingressos até o verdadeiro BIG DAY. Acredito que o nome do representante com quem negociei era Mary. Ela foi extremamente amigável e muito prestativa (e paciente) ao telefone comigo, enquanto eu decidia quais ingressos pedir. Duas das pessoas que eu peguei nunca tinham estado antes e ficaram totalmente maravilhadas. Estou pensando em voltar com sua empresa, adoraria fazer do Derby um evento anual. Parabéns à sua empresa e aos seus representantes. No mundo de hoje, um bom atendimento ao cliente é uma raridade! Atenciosamente, & rdquo

& ldquoNão sei se foi você a pessoa que anotou meu pedido, mas queria apenas dizer um grande e tardio obrigado. A pessoa com quem eu lidava era muito legal e muito prestativa (embora eu perdesse a ligação no meu celular). Além disso, fiquei muito satisfeito com o hotel Crowne Plaza, e os ingressos para o Derby eram ótimos - exatamente como prometido. Isso tornou o aniversário do meu marido muito especial, e eu definitivamente usaria o derbybox novamente e o recomendaria a outras pessoas. Muito obrigado, & rdquo

& ldquoObrigado a todos em Derby Box por tornar nossa viagem ao Kentucky Derby tão divertida. Foi a maneira perfeita de comemorar nosso aniversário de casamento de prata. Nós nos divertimos muito e desfrutamos cada minuto. Nós definitivamente estaremos de volta. Obrigado também pelo envio das fotos. Em anexo estão alguns dos nossos, incluindo nós na festa dos vencedores (muito obrigado pelos ingressos) com o treinador vencedor Doug O & rsquoNeill e o proprietário J. Paul Reddam. Sarah adora seu chapéu da Chrissy e fez muitos comentários sobre como ele ficou ótimo (incluindo várias pessoas tirando fotos no CD). Obrigado Chrissy! Obrigado novamente e esperamos voltar no próximo ano. & rdquo

& ldquoNão posso agradecer o suficiente pelos nossos ingressos para o Kentucky Derby 2012. Eu estava muito nervoso com a ideia de usar um corretor de ingressos, e o Derbybox.com superou nossas expectativas. Quando a fila do Clubhouse que pedimos (fila E) não estava disponível, Chris nos ofereceu ingressos disfarçados algumas filas atrás. Expliquei a ele que não estava interessado em ficar escondido porque levaríamos nossas duas filhas, de 6 e 11 anos, para o Derby. Eu estava preocupado que eles não fossem capazes de ver por cima das cabeças das pessoas se estivéssemos mais longe. Chris disse que concordou comigo e faria o possível para nos levar o mais perto possível da pista. Imagine meu choque quando nossos ingressos chegaram pelo correio para a linha A, no trilho! Todos nós tivemos a experiência de uma vida! Enquanto continuamos a contar aos nossos amigos sobre nosso dia mágico no Derby, digo a todos que quiserem ouvir para comprar seus ingressos no Derbybox.com. Originalmente, comecei o processo de compra de ingressos com outro corretor de ingressos local, mas depois de vários telefonemas não retornados e uma tentativa de isca e ativação do preço, informei a eles que não confiava mais neles o suficiente para prosseguir com a transação. A equipe do Derbybox sempre atendia ao telefone e respondia às minhas perguntas imediatamente. Seremos clientes habituais! Obrigado novamente! & rdquo

& ldquoObrigado novamente! Fiquei muito satisfeito com os ingressos que compramos de você. Os assentos foram de longe os melhores que já tive no dia de Oaks e foi provavelmente o mais divertido que já tivemos em Churchill Downs. & rdquo

& ldquoMargaret & amp Eu me diverti muito! Louisville é uma cidade ótima, o hotel Galt House era ótimo e os assentos eram incríveis. Nós definitivamente estaremos de volta no próximo ano, e agora nos sentimos confortáveis ​​trazendo as crianças. & rdquo

& ldquoObrigado por um Oaks mágico e Derby para minha irmã e nossa família. Nossos lugares eram fantásticos e os dias maravilhosos. Em sua homenagem, como ela provavelmente não estará aqui no próximo ano, gostaríamos do mesmo camarote, com todos os seis lugares para os dois dias. e passes de estacionamento. Ela ficou emocionada ao receber isso este ano, e parecia e se sentia como uma princesa. Você não tem ideia do que fez! & rdquo

& ldquoComo você sabe, este foi um dos itens da minha Lista do Balde e eu me diverti muito. O Crowne Plaza tinha o lugar realmente decorado com rosas em cada quarto, música, um buffet fantástico e uma equipe tão simpática e prestativa. Quando chegamos ao Derby os assentos eram bons e as pessoas em nossa seção eram todas muito legais e nós fizemos alguns amigos realmente legais. Sua ajuda com o traje foi muito útil e foi uma experiência única na vida, obrigado por realizar um sonho. & rdquo

& ldquoNós compramos ingressos para Oaks e Derby do Derbybox.com para as corridas de 2011. Foi uma decisão difícil para mim porque eu sabia que ao comprar algo invisível, com 9 meses de antecedência, você está contando com a integridade da empresa para entregar o que ela diz. Não há proteções, cartão de crédito ou outro meio para recorrer. Existem vários revendedores por aí, mas no final das contas, decidi pelo Derbybox porque você é local, tem uma boa classificação BBB e acabei de ter um bom senso sobre você e sua empresa. Nossos ingressos vieram como prometido em meados de abril, e nos divertimos muito no Oaks - nossos assentos eram perfeitos e exatamente como anunciados. Então veio o problema. tivemos um problema com nossos ingressos para o Derby e meu coração afundou. Eu sabia que não tinha influência ou poder para fazer nada, então agora era hora de confiar em sua reputação e integridade. Entrei em contato com você e você imediatamente retificou a situação. Você não precisava. você sabia que não havia nada que eu pudesse fazer. Mas sua integridade estava conforme prometido em seu site. você cuidou de nós. Quero enfatizar para quem quer que leia isto que a Derbybox.com é uma empresa que realmente valoriza seus clientes. Isso não acontece muito hoje. Você pode solicitar seus ingressos, não importa o quão adiantado você esteja, e saiba que Doug e sua equipe cuidarão de você. & rdquo

& ldquoMuito obrigado pelo EXCELENTE serviço. Seu negócio é único, porque ninguém atende mais o telefone, mas todos vocês atendem. Adorei receber ótimos bilhetes, mas a melhor parte foi que, quando encontrei um erro na fatura, liguei e MARY atendeu o telefone às 19h EST. Quem faz isso hoje em dia? Ninguém! Esse é um serviço excepcional e sem precedentes. Ela acertou imediatamente e entendeu a necessidade de verificar o endereço com o Fed Ex. Acontece que tudo estava bem, mas se eu não tivesse Mary para ajudar a solucionar o problema esta noite, eu teria tido uma noite muito sem dormir, pois todos nós sabemos que este BCC é a corrida do século com Zenyattta no comando. Minha boa amiga Diana Baker ajudou a construir a Quality Road na Fazenda Spring Hill. Seu marido, Chris, administra a fazenda, e estou entusiasmado por ter esses ingressos excelentes para ver o desafio QR Zenyatta. Ambos estarão correndo a corrida de suas vidas, e é a última corrida para ambos. Quem quer que vença, é uma Corrida Para Sempre. E tenho ótimos ingressos para meus amigos em Illinois, que irão de carro para Churchill Downs na sexta à noite. Mais uma vez, obrigado a Mary e a você por fornecer um excelente atendimento ao cliente. Sou um cliente vitalício e ligarei para você na próxima primavera para o meu DerbyTx. & rdquo

& ldquoSó uma nota para lhe dizer o quanto apreciei o seu excelente serviço durante o fim de semana em Derby. Fiquei apreensivo com a possibilidade de reservar uma viagem tão cara por meio de uma empresa com a qual nunca havia trabalhado antes, mas todos vocês fizeram um trabalho maravilhoso. O hotel era lindo e os ingressos eram ótimos. Muito obrigado aos seus funcionários que sugeriram os camarotes em vez da arquibancada - definitivamente valeu a pena. E obrigado por sua ajuda com as informações do ônibus. Recomendei o fim de semana a vários amigos meus e sugeri que usassem sua companhia caso decidissem comparecer. & rdquo

& ldquoEu gostaria de enviar um agradecimento por sua ajuda com os nossos ingressos para o 134 Derby. Sua ajuda antecipada em me direcionar para vários eventos e ingressos 999s foi fundamental para a nossa alegria nesta ocasião especial e certamente ajudou a criar um evento memorável e uma celebração de aniversário para minha esposa, nossos convidados. Achamos que o evento Dawn at the Downs vale a pena uma visita e desfrutamos tanto o Oaks quanto o Derby. Nosso assento era irreal do ponto de vista de localização e, dado o clima de Oaks, nos permitiu desfrutar de todas as corridas na sexta-feira sem preocupação. Certamente vou recomendá-lo a outras pessoas que possam perguntar e, mais uma vez, gostaria de agradecê-lo por tornar nossa primeira experiência no Derby tão memorável. & rdquo

& ldquoEu fui no ano passado. Eu levei meu pai. Ele disse que nunca iria chegar lá. Só queria que você soubesse que realizamos seu sonho. Seus assentos na seção 112 foram fantásticos. Estávamos três fileiras fora da grade e vimos baffert, pletcher e asmussen. Eu também conheci Tom Amoss. Conseguimos seu autógrafo. Também ganhei autógrafo do victor espinozas. Foi a melhor viagem de nossas vidas. Achei que você deveria saber. & rdquo

& ldquoNós nos divertimos muito em Keeneland! Foi a primeira vez dos três outros que peguei e eles adoraram o evento e a vista dos assentos. Não tenho como agradecer a atenção especial dispensada a nós em função do desafio de entrega de ingressos. É muito bom saber que ainda existem pessoas que vão além do esperado para os outros. Vejo o número de rastreamento abaixo e parece assinado por um dos funcionários em nossos outros escritórios do outro lado da rua. Estou supondo que o agente de entrega da FedEx entregou por engano no outro prédio aqui no campus. Deixe-me saber como posso resolver algo com você no segundo conjunto de ingressos. Agradecemos imensamente a sua excepcional satisfação do cliente e compartilharemos seu nome aqui em Jacksonville, FL e com alguns de nossa equipe de trabalho em Louisville, KY. (P.S. - Ligarei para você em alguns meses com os ingressos para o Derby.) & Rdquo

& ldquoDoug, apenas uma nota para dizer OBRIGADO. Os camarotes do clube (seç. 118) que reservou para mim para o Derby deste ano eram perfeitos. Éramos uma caixa fora do trilho entre o túnel e o círculo dos vencedores. Exatamente onde eu queria estar. Como você fez isso? Vimos tudo e o melhor de tudo apostou que o Giacomo vai ganhar depois de visitar o seu pai (Holy Bull) na véspera da corrida. Nem é preciso dizer que comprarei seus ingressos para a corrida do próximo ano. Obrigado novamente pelo excelente serviço. & rdquo

& ldquoNós sentimos falta de ver você lá. O Hummer foi excelente Matt era um motorista fantástico e muito divertido! O box para os Oaks não foi uma repetição, o Turf Club foi muito bom, pois vimos todas as estrelas indo e vindo. Levei muitas fotos com eles! No geral, um grande momento. Obrigado por toda sua ajuda. Os amigos que acabamos levando nunca tinham existido, então era ótimo estar onde estávamos. Da próxima vez, queremos o terraço Turf ou o terraço Matt Winn? Existe tal coisa, pode ser tudo o Turf Terrace. Nós apreciamos a hospitalidade de todo o pessoal de Churchill Downs. Eles foram todos muito flexíveis, pois muitas pessoas não sabiam para onde ir. Aproveite as fotos. & rdquo

& ldquoObrigado novamente por toda a sua ajuda com os ingressos para o derby deste ano. Tudo estava perfeito - os assentos eram ótimos, o tempo estava ideal e as pessoas sentadas ao nosso redor eram maravilhosas. Era tudo que eu esperava que fosse, uma memória para toda a vida. & rdquo

& ldquoNosso grupo acabou de voltar de Derby e gostaria de contar a vocês como nos divertimos. As acomodações de hotel que você fez foram fabulosas e os ingressos para o Derby foram melhores do que o esperado. Seu serviço excepcional tornou nossa experiência mais agradável. & Rdquo

& ldquoTudo foi absolutamente lindo para meus pais, Doug, e obrigado por acompanhar! Eles gostaram muito dos Oaks, seus ingressos eram perfeitos para eles. Eu havia enviado as informações de estacionamento, com mapas, etc. e eles encontraram o estádio sem problemas, estacionaram e foram imediatamente transportados pela pista. Eles adoraram o Derby - tudo menos a chuva, é claro! lol - e estavam bem em frente à linha de chegada no primeiro andar do Clubhouse, sob a cobertura. Mandei um Lincoln Town Car e um motorista buscá-los para o dia de Derby em seu B & ampB e levá-los ao CD. Até tinha um tijolo dedicado a eles na frente do CD então a visita deles continua viva. Eles ficaram muito felizes e, sinceramente, sou grato pelo seu pronto atendimento, respondendo a todas as minhas perguntas e dúvidas, e me ajudando a conseguir os melhores ingressos para eles! & rdquo

& ldquoCoisas foram ótimas! Nós tivemos um tempo maravilhoso e realmente apreciamos nossos lugares. Muito obrigado por toda sua ajuda. Foi ótimo fazer negócios com você. & rdquo

& ldquoObrigado novamente pelo excelente serviço em tão curto prazo. A vista da linha de chegada do 3º andar era fantástica! Este ano nos divertimos tanto que certamente estaremos de volta em 2005 - na próxima vez com um grupo maior. No próximo ano, teremos que ir à festa Barnstable Brown ou comprar alguns ingressos no Turf Club. Falo contigo depois. Obrigado! & rdquo

& ldquoDoug e a equipe do Derby Box foram muito úteis para nos fornecer os ingressos que queríamos para o Derby e o Oaks. Recebemos um excelente serviço junto com ótimos camarotes para os dois dias. Eu também encomendei itens de memorabilia da Derby Box e se eles não tinham o que eu queria, eles conseguiram encontrar para mim. Obrigado Doug e toda a equipe do Derby Box! & rdquo


A história do Kentucky Derby

Talvez não haja melhor celebração do esporte de corrida de cavalos na América do que o Kentucky Derby. É realizada nos Estados Unidos da América desde antes da Primeira Guerra Mundial, teve início no século XIX e ganhou destaque desde então. É um evento esportivo anual que não foi afetado pela ocorrência do que afetou outros eventos esportivos anuais nos Estados Unidos e até mesmo no mundo, como ocorrências como as guerras mundiais. Ao longo das décadas, o Kentucky Derby se tornou um aspecto da cultura na América, conquistou milhões de fãs em todo o mundo e continua forte. Neste artigo, vamos explorar a história desse grande evento esportivo chamado Kentucky Derby.

Chegada do Kentucky Derby à América

O derby tem suas origens na Inglaterra, no ano de 1872, um homem chamado Meriwether Lewis Clark viajou para a Inglaterra para participar de um derby que tinha acontecido na Inglaterra desde o século XVIII, conhecido como Epson Derby, esse derby era notório na Inglaterra e toda a Europa. Depois que Meriwether voltou aos Estados Unidos da América, ele procurou criar um clássico na América, um que fosse ótimo e resistisse ao teste do tempo, como o clássico na Inglaterra. Satisfeito com seus desejos, Henry Churchill e John Churchill, que eram seus tios, deram-lhe todos os terrenos de que precisava para construir uma pista de corrida para cavalos e começar o derby. Este terreno estava localizado em Kentucky, especificamente em Louisville, o Sr. Meriwether construiu a pista que mantém a reputação de ser a primeira pista construída permanentemente para cavalos na América.

Com o tempo, as pessoas começaram a chamar a pista de Louisville Jockey Club. No ano de 1875, este clube sediou o que ficou conhecido como Kentucky Derby. Esta corrida de Derby teve cerca de quinze cavalos que competiram e mais de nove mil fãs assistiram ao vivo. A corrida foi vencida por um cavalo chamado Aristides, tornando este Derby um grande sucesso.

Por causa da velocidade com que os cavalos correm no derby, muitas vezes é referido como a forma mais rápida de entretenimento esportivo.

O desenvolvimento do Kentucky Derby ao longo do tempo

Existem regras rigorosas que uma pessoa deve seguir para se qualificar para este Derby, simplesmente a qualificação pode ser considerada uma grande conquista. Várias corridas de cavalos acontecem ao longo do ano e os cavalos que terminam nas quatro primeiras posições de cada corrida ganham pontos. No final das corridas de qualificação, os vinte primeiros cavalos com os pontos mais altos qualificam-se automaticamente para competir no Derby.

No início do Derby, a maioria dos jóqueis era de ascendência africana, mas por volta de 1900 a maioria dos pilotos de ascendência africana deixou o derby por causa da discriminação. O último cavaleiro de ascendência africana que venceu o Derby venceu em 1902, seu nome era Winkfield Jimmy. No final do século XIX, surgiram queixas sobre o comprimento do autódromo oficial que era de 1,5 milhas precisamente, este foi reduzido em 0,25 milhas e tem sido assim até hoje.

À medida que a tecnologia avançava, parte dela foi incorporada para promover o curso do Kentucky Derby. Quando a transmissão de rádio começou, ela foi usada, o Kentucky Derby foi coberto pela primeira vez no ano de 1925. Quando a transmissão nacional na televisão começou, essa tecnologia foi usada também para transmitir o Kentucky Derby de 1952. Isso foi transmitido para toda a nação e, desde então, o Kentucky Derby é transmitido para todos os cantos.

O desenvolvimento do Kentucky Derby também atingiu a quantia de dinheiro que é ganha pelos cinco pilotos que terminam em primeiro. Hoje, o prêmio é de cerca de US $ 3.000.000, mas esse não era o caso na década de 1950, quando o prêmio em dinheiro era de cerca de cem mil dólares.

Existem várias tradições que são praticadas pelos fãs do Kentucky Derby, incluindo:

  • Os fãs costumam beber o que é chamado de mint julep, uma bebida que é uma combinação de xarope de açúcar, bourbon e menta.
  • Os frequentadores e fãs do Kentucky Derby costumam comer a refeição que se chama Burgoo, uma espécie de guisado feito com vegetais, frango, carne bovina e porco.
  • As áreas para sentar são duas, o local geral que torna difícil para os participantes verem a corrida e o que é popularmente chamado de fila para milionários - este é um lugar onde as pessoas ricas se sentam, o custo para sentar lá é muito caro.
  • Os chapéus que as mulheres usavam no Derby em 1800 ainda são usados ​​por mulheres que vão ao derby agora e é uma grande parte da tradição.
  • Desde a década de 1920, a banda marcial da Universidade de Louisville toca uma música que Stephen Foster escreveu, a música é intitulada “My Old Kentucky”, os fãs amam essa música.

O Kentucky Derby tem a reputação de ser o evento de corrida de cavalos mais notório do mundo. Milhões de fãs também apostam nas corridas do Kentucky Derby, que se tornou o maior evento de corridas de cavalos do mundo.

No mundo das corridas de cavalos, o que é chamado de Tríplice Coroa é a maior conquista que um jóquei poderia esperar ganhar.

Famoso Cavalos Do Kentucky Derby

Conforme mencionado acima, a conquista que é maior no mundo das corridas de cavalos e dos jóqueis profissionais é o que se chama de Triple Crown, para conquistá-la um determinado cavalo precisa vencer estes três campeonatos:

  • Primeiro, vença o Kentucky Derby.
  • O Preakness Stakes deve ser ganho duas semanas após o primeiro.
  • As apostas de Belmont devem ser ganhas três semanas depois.

Esta é uma grande conquista que apenas um punhado de pessoas conquistou, eles são:

  • O primeiro cavalo a vencê-lo foi Sir Barton que o venceu no ano de 1919.
  • Gallant Fox venceu em 1930
  • Omaha venceu em 1935.
  • O almirante de guerra venceu em 1937.
  • Whirlaway venceu em 1941.
  • O Conde Fleet venceu em 1943.
  • Assault venceu em 1946.
  • Citação venceu em 1948.
  • O Secretariado, que é considerado o cavalo mais popular no Kentucky Derby, ganhou a Tríplice Coroa em 1973.
  • Seattle Slew venceu em 1977.
  • The last horse that won the Triple crown in the twentieth century is Affirmed that won it in 1978.
  • American Pharaoh was the first horse to win the triple crown in the 21 st century, in 2015.
  • The last horse that won the Triple crown is Justify in 2018.

Thnx to @jonathanstettin I made being right about Channel Maker count! Didn’t play him in under at all, cashed dbls, exs,tri, super and p4.


Biggest Longshot Winners in Kentucky Derby History

While Country House made history as the first Kentucky Derby winner not to cross the finish line first at Churchill Downs, he also turned most of the betting world upside down with his victory.

At 65-1 odds, Country House became the second biggest longshot to win the Kentucky Derby, giving the few true believers a nice payday after a memorable day at the track.

With Country House now firmly planted in the oddsmakers' history books, here is a look at the five biggest longshot winners in Kentucky Derby history.

Donerail (91-1)

Payout: $184.90

Horse racing was in a different stratosphere in 1913 compared to where the sport stands in the present day. While modern Derby fields typically comprise of 20 horses, the contenders in 1913 stood at eight. Even with the smaller field, Donerail came into the 39th 'Run for the Roses' with 91-1 odds. For reference, the largest odds in the 19-horse field in 2019 was at 65-1 for Country House.

Even with the enormous odds against him, Donerail was able to take the lead down the final stretch after not leading before that point. In a last ditch effort as they closed towards the finish, Donerail moved past leader Ten Point to win the Derby and cement his place in history.

Country House (65-1)

Payout: $132.40

Country House's historic Kentucky Derby run will forever focus more on the controversy than the odds, but he still goes down second on this list. Charging through on a rain-soaked and muddy track, Country House appeared to finish second behind then-undefeated Maximum Security. But minutes after the race concluded, the result was put under review as it was believed that Maximum Security impeded War of Will by merging into his lane illegally.

After further review, Maximum Security was disqualified and second-place finisher Country House was declared the winner of the 145th Kentucky Derby.

Mine That Bird (50-1)

Payout: $103.20

Most underdogs don't come into the Kentucky Derby and dominate the competition, but Mine That Bird wasn't like most horses. After trailing for a majority of the 2009 Kentucky Derby, Mine That Bird turned on the afterburners in the back half of the race, breaking past the rest of the field en route to a dominant 6 3/4 length victory.

Giacomo (50-1)

Payout: $102.60

Four years before Mine That Bird wowed audiences at 50-1 odds, Giacomo accomplished the same feat in the 2005 Kentucky Derby. Instead of dominating the rest of the field like Mine That Bird, Giacomo turned in one of the most heart-stopping finishes in Derby history.

Seemingly stalled near the back of the pack for most of the race, Giacomo stuck to his gameplan, sticking to the far outside of the group instead of making his way near the rail. As the rest of the field trailed off, Giacomo maintained pace and outlasted the final two competitors to claim Derby glory.

Gallahadion (36-1)

Payout: $72.40

Gallahadion entered the 1940 Kentucky Derby as a heavy underdog and for good reason. The West Coast horse didn't race well in the lead up to his trip to Churchill Downs and many believed that odds-on-favorite Bimelech was going to easily run away with the race.

The steed didn't let the disappointment of recent performances affect him though, as he turned the race on its head and beat out Bimelech and the rest of the field with ease.


Kentucky Derby

o Kentucky Derby / ˈ d ɜːr b i / is a horse race held annually in Louisville, Kentucky, United States, almost always on the first Saturday in May, capping the two-week-long Kentucky Derby Festival. The competition is a Grade I stakes race for three-year-old Thoroughbreds at a distance of one and a quarter miles (2.0 km) at Churchill Downs. Colts and geldings carry 126 pounds (57 kilograms) and fillies 121 pounds (55 kilograms). [3]

It is dubbed "The Run for the Roses", stemming from the blanket of roses draped over the winner. It is also known in the United States as "The Most Exciting Two Minutes in Sports" or "The Fastest Two Minutes in Sports" because of its approximate duration. It is the first leg of the American Triple Crown, followed by the Preakness Stakes, and then the Belmont Stakes. Of the three Triple Crown races, the Kentucky Derby has the distinction of having been run uninterrupted since it's inaugural race in 1875. The race was rescheduled to September, 2020 due to the COVID-19 pandemic. The Preakness and Belmont Stakes races had taken hiatuses in 1891–1893 and 1911–1912, respectively. Even with the Olympics and major professional sports leagues canceled at those points, the Derby, Preakness, and Belmont took place during the Great Depression and both World Wars. [4]

A horse must win all three races to win the Triple Crown. [5] In the 2015 listing of the International Federation of Horseracing Authorities (IFHA), the Kentucky Derby tied with the Whitney Handicap as the top Grade 1 race in the United States outside the Breeders' Cup races. [6]

The attendance at the Kentucky Derby ranks first in North America and usually surpasses the attendance numbers of all other stakes races including the Preakness Stakes, Belmont Stakes, and the Breeders' Cup. [7]

The 147th Kentucky Derby was broadcast on NBC on Saturday, May 1, 2021. The horse Medina Spirit crossed the finish line first. [8]


Registros

With five Kentucky Derby wins apiece, jockeys Eddie Arcaro and Bill Hartack share the record for most Derbies won over the course of a career. Though the Derby is often called “the most exciting two minutes in sports,” only two horses have officially finished the race in under two minutes. The course record was set in 1973 by Secretariat, who finished in 1:59 2 /5 . (The runner-up in that race, Sham, finished two and a half lengths behind Secretariat, which some observers believe meant that he also broke two minutes, but only winners’ times were then recorded.) The second horse to surpass the two-minute mark was Monarchos, who won the 2001 Derby in a computer-timed 1:59.97.

The largest margin of victory for a Derby winner is eight lengths, which has been achieved four times, most recently by Assault in 1946. Trainer Ben Jones’s record of six Kentucky Derby wins—most of them for Calumet Farm, which won eight Kentucky Derbies between 1941 and 1968—was surpassed by Bob Baffert in 2021. The greatest upset in Derby history occurred in 1913, when Donerail won at odds of 91–1. The first filly to win the Kentucky Derby was Regret in 1915 Genuine Risk (1980) and Winning Colors (1988) are the only other fillies to have won.


The History of the Kentucky Derby & Bourbon: Timeless Traditions

Ask anyone what the state of Kentucky is known for and it won’t take long for them to mention the Kentucky Derby and bourbon. Both are not only native to the state of Kentucky, but also have a rich tradition steeped in prestige, story, and at least a touch of controversy.

The History of the Kentucky Derby

In the early 1870s, Col. Meriwether Lewis Clark Jr., grandson of William Clark (of the Lewis and Clark expedition), was inspired by horse races he witnessed in England and France. When he returned home to Kentucky, Clark organized the Louisville Jockey Club and began building the track to be known as Churchill Downs and the most popular annual race known as the Kentucky Derby.

The first-ever Kentucky Derby took place on May 17, 1875, in front of an estimated crowd of 10,000 people and a field of 15 horses. And, although the early races were considered a success, there were multiple moments of financial difficulties that almost took it out of existence. Fortunately, the business was acquired by Col. Matt Winn of Louisville and a group of business investors to turn the company around and develop it into the preeminent stakes race it is today.

In 1930, sportswriter Charles Hatton popularized the term “Triple Crown” after Gallant Fox won the Kentucky Derby, the Preakness Stakes, and the Belmont Stakes. The following year, sparked by the media and public interest in naming a “super horse,” it was determined that these three races should happen in the same order each year. Since then, (except for 2020) the Kentucky Derby has been run on the first Saturday in May and marks the beginning of the competition for the Triple Crown.

The Origins of Kentucky Bourbon

Bourbon was recognized by the United States Congress in 1964 as a “distinctive product of the United States,” declaring a set of rules for producing the spirit. These rules, which are still followed by distilleries today, include that for a spirit to be considered bourbon it must be produced in the U.S., its recipe must include at least 51% corn, and each batch must be stored in a new charred oak barrel.

However, the U.S. having pride in its bourbon hasn’t always been the case. As we all learned in history class, the United States instituted prohibition from 1920 to 1933.

Thanks to prohibition, the actual origin of bourbon has become the lore of legend and bold claims made by multiple distiller families. The name “bourbon” likely comes from the French Bourbon Dynasty, which was a royal European dynasty of french origin. This likely became the inspiration behind Bourbon County in Kentucky and Bourbon Street in New Orleans.

Our own history of whiskey and bourbon-making began with David Nicholson, a St. Louis grocer, who made and sold whiskey in his general store in 1843 and with the Rebel recipe which was invented in 1849 at what would later become the famous Stitzel-Weller distillery.

The Mint Julep–Where Bourbon and the Kentucky Derby Meet

The julep first got its start as a medicinal concoction used to settle the stomach. As a cocktail, it blossomed in the American South in the late 1700s, with a decidedly elite air, because not everyone had access to ice nor the silver or pewter cup in which the drink is served.

Known as the unofficial drink of the South, the mint julep became the official drink of the Kentucky Derby in 1938. Nearly 120,000 mint juleps have been sold at the race every year since.

If you’d like to enjoy one of these delicious bourbon concoctions during this year’s Run for the Roses, here is a recipe:

Ingredientes 8 mint leaves + 1 mint sprig for garnish 1/4 ounce simple syrup 2 ounces bourbon, such as Rebel or Ezra Brooks Crushed ice Instruções Gently muddle mint leaves and simple syrup in the bottom of a julep cup, then add the bourbon and pack with ice. Swirl it all around in the cup so that it gets frosty, then add more ice to the top. Garnish with the mint sprig.

The Kentucky Derby, bourbon, and the mint julep are each steeped in tradition. Celebrate Kentucky Derby season the best way we know how by indulging in your favorite Bourbon from Lux Row. Cheers!


A Brief History of the Kentucky Derby's Most Famous Accessory

By Emily Feldman &bull Published April 10, 2013 &bull Updated on May 2, 2013 at 11:27 am

The story of Kentucky Derby hats — the wide-brimmed, straw fashion statements that ride into Churchill Downs each year atop the heads of well-heeled spectators — is a story of American enterprise.

Col. Meriwether Lewis Clark Jr., the founder of the Kentucky Derby, probably did not envision his success in terms of feathered hats and fascinators. But transforming the racetrack from a place of ill-repute to place of high-society—and therefore high fashion—is precisely what he had in mind.

“Gambling and drinking went hand in hand, so [the pre-Kentucky Derby racetrack] was not a place for women and certainly not a place for children,” said Wendy Treinen, a spokeswoman from the Kentucky Derby Museum.

Inspired by trips to London’s Epsom Derby and Paris’ Grand Prix — posh events that attracted an elegant crowd — Clark sought in the 1870s to transform American racetracks from places associated with immorality and vice to venues that might attract a wealthier, more noble set. With the help of his wife, he went on a campaign throughout Louisville, Ky. to convince his target clientele that the new race track was in fact a place for the upper-class.

“He loaded up a wagon full of high society women and they were going door-to-door telling their friends, ‘We’re going to have a picnic at the racetrack,’” Treinen said. “He really tried to break down this [stigma].”

At the time, the media speculated that if the track could be transformed into a place of fashion, all the investment that went into the world-class venue would pay off. And it did.

More than 10,000 spectators attended the first Kentucky Derby on a sunny spring Monday in 1875. The New York Times reported that, “the grand stand was thronged by a brilliant assemblage of ladies and gentlemen” and the center field was crammed with carriages. While it would be two more years before the first international celebrity would attend the race (Polish actress Helena Modjeska), it was viewed as a major success and paved the way for even grander affairs that quickly became as much about the fashion as they were about the racing.

“Women coordinated their hats, dresses, bags, their shoes and their parasols,” said Ellen Goldstein, a professor at the Fashion Institute of Technology. “To go to a horse racing event was really a regal affair. It was just as important as going to a cocktail party, or a ball.

“You had the middle class and lower class people who could not afford to go to a couture milliner buying off the rack. But the upper echelon, the high society would definitely be ordering in advance from Paris and from Rome and from Milan, and really looking for something that was the best of the best.”

Like today, the media took great interest in who attended the race and what they were wearing. National newspapers published dizzying lists of the notable spectators and their guests, devoting as much ink to the fashion and pageantry as they did to the race itself.

In 1925, a race marked by a disastrous downpour, the Washington Post reporter covering the Derby wrote extensively about the damage to women’s clothing before ever acknowledging the winner of the race (a black stallion named Flying Ebony).

“Leghorn hats, pink Milan hats, large white felt hats and just hats drooped flimsy dresses clung closely to their humiliated wearers and fancy shoes soaked up more water than there was room inside them comfortable,” the reporter wrote. “When the rain finally did cease, it was all too late—thousands of dollars worth of beautiful clothing had been ruined and thousands of equally beautiful women were miserably unconformable.”

While fashion always played a central role in the Derby, the flamboyant titanic hats that have become routine photog fodder at each year’s races didn’t make their debut until the 1960s, when social fashion norms loosened up and the ubiquity of television gave women an added incentive to stand out in the crowd.

“The hats became larger, more avant-garde,” Treinen said. "Formalities dropped away, the hats had more prints, they were brighter.”

While the devotion to Derby headwear dropped off a bit in the 70s and 80s, it picked up again in the 90s, and in the last decade saw a significant surge, thanks largely to the royal wedding in 2011—an event that showcased a parade of elaborate hats and fascinators and put exclusive milliners like Philip Treacy and David Shilling on the mainstream map.

Linda Pagan, owner of The Hat Shop, a New York boutique that has made hats for the Derby for the last 18 years, says that the race has become one of the most important events for her business.

“About six to seven years ago we started to notice that April was becoming our big month, and last year April was our biggest month ever,” Pagan said, noting that those who wait until the month before the May race to order custom-made hats are actually cutting it dangerously close. “Serious race women start thinking about their outfits in February.”

The custom hat-making process is labor intensive and, as for any other type of luxury, pricey. At Pagan’s store, custom Kentucky Derby hats cost between $300 and $500 with some going for as much as $2,000.

“It takes a minimum of three weeks. Someone has to take a bundle of straw and stitch it,” Pagan said.

The emerging trend Pagan has seen, is for hats to be a bit smaller, though the traditional big brims are still the most popular choice and in demand for a string of posh races.

“There’s the Melbourne Cup, and then the spring is sort of the big season. There’s the Dubai Cup, and then you have Preakness and Belmont,” Pagan said. “Anywhere there are horses, there are hats.”


Learn The History Of The Kentucky Derby

When talking about American history, it is impossible to miss The Kentucky Derby. It is a horse race that is done yearly in the state of Louisville, Kentucky. Also, it is held as close as possible in May or on the first Saturday of the month. The race is the culmination of a fortnight celebration called the Kentucky Derby Festival.

It is also known as “The Run for the Roses.” The name comes from the tradition of covering the winner of the race in roses. Additionally, the Kentucky Derby takes a life of its own. It has a rich history, lengthy celebration, and worldwide recognition for a race lasting approximately two minutes.

O início

The history of the Kentucky Derby began in 1872. It started when William Clark’s grandson, the one half of Lewis and Clark, went to Europe. Meriwether Lewis Clark went to the Epsom Derby, a well-known horse race event in England. He was exposed to several individuals in the sport, including the French Jockey Club.

After Clark’s travels, he was motivated to create a horse racing event of his own in the United States. Enlisting the help of his uncles John and Henry Churchill, he was able to turn his plans into action. He officially spearheaded the building of a new racetrack in Louisville. Then, he formed a group of individuals who share the same interest in racing. This assembly became the Louisville Jockey Club.

The Louisville Jockey Club is responsible for raising the money needed to build Kentucky’s permanent racetrack in Louisville. When the racetrack opened, it also became the first venue for the first race.

May 17th was the date wherein the Louisville Jockey Club sponsored the first-ever Kentucky Derby. Around ten thousand individuals enjoyed the half-mile race between fifteen thoroughbred horses. The amounts gambled are nowhere to be found but there were definitely high-stakes horse racing bets being placed.

Aristides holds the title of being the winner of the first Kentucky Derby.

Going Mainstream

In the middle of the 1920s, the Kentucky Derby received its first live radio broadcast coverage. The radio station WHAS alongside WGN in Chicago, was responsible for covering the event. As the 1940s were about to end, the first live television coverage of the derby came to fruition. It was produced by an NBC affiliate in Louisville called WAVE-TV. The coverage was broadcasted nationally, which gave the derby more fans than it had when it started. As the number of excited individuals increased, so did the money. In 1954, the pocket of the derby exceeded one hundred thousand dollars.

1974 is the year that marks the Kentucky Derby’s 100th race. The event garnered the 2nd largest crowd in United States history. 163, 628 people came to watch Cannonade win the race over 23 other horses. A decade later, the Kentucky Derby was shown live across the nation in 24 racetracks. It allowed more individuals to bet on the race, which set a new record.

A little under twenty million dollars is wagered on the 1984 Kentucky Derby.

Making History

In 1985, the Kentucky Derby was historically significant and became one of the remarkable events in the country. “Derby Day” has been a big event that people look forward to. It has been so monumental in fact that the Kentucky Derby Museum was built to celebrate its history. This way, patrons and new fans can enjoy basking in the rich history of the derby anytime.

A year after the Museum was established, the Churchill Downs Racetrack, the official venue for the derby, made history itself. It is formally recognized as a National Historic Landmark. Again, it is a special day for the sport, and to Ferdinand, who won the derby in 1986.

Turn Of The Century

As the 21st century begins, it marks the Kentucky Derby being present in three different centuries. In 2004, the winner, Smarty Jones, also got the honor of gracing the cover of Sports Illustrated.

The 2006 Kentucky Derby experienced its largest victory during the 1940s. Barbaro, a fan favorite, won the race by over six lengths. The joy was short-lived as weeks later, Barbaro was injured that led to his passing. Barbaro lives forever in the hearts of Kentucky Derby goers. A bronze statue of the fan favorite is placed at the racetrack to honor his remains.

2021 and 2012 were some record-setting years for the derby. It garnered the highest attendance recorded for the event at 165,307 fans. The surplus of people also set a new high for wages at over $133 million. 2020 was another historical moment for the Kentucky Derby. It was the 2nd time in the history of the race that it was postponed. The race was held in September instead of May.

The Kentucky Derby is the oldest major sporting event held in the United States. It is a sport that features a vibrant history. For a whole day, it seems like all eyes in the United States are on the racetrack. It continues to be one of the most exciting days to look forward to yearly.


Assista o vídeo: HISTORIA del CORONEL SANDERS, fundador de KFC (Pode 2022).